Especial Oscar 2014 | Parte 1 de 5

The 85th Academy Awards® will air live on Oscar® Sunday, February 24, 2013.

O Oscar 2014 já é neste domingo (02) e hoje inicio as rápidas avaliações das categorias. Vale sempre lembrar que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood tem seu estilo de votação, mas pode surpreender (para melhor ou para pior) no anúncio dos vencedores da 86ª edição do prêmio mais badalado do cinema. O Especial Oscar 2014 será dividido em cinco partes, que trará os principais prós e contras dos indicados do ano. Começaremos hoje com as categorias: Trilha Sonora, Canção Original, Edição de Som, Mixagem de Som, Figurino e Maquiagem/Penteado.

1. Trilha Sonora
Indicados:
A Menina que Roubava Livros (2013): John Williams
Gravidade (2013): Steven Price
Ela (2013): William Butler, Andy Koyama
Walt nos Bastidores de Mary Poppins (2013): Thomas Newman
Philomena (2013): Alexandre Desplat

GRAVITY

Avaliação: A primeira indicação de Steven Price pode render o seu primeiro Oscar por “Gravidade”. Dos indicados, é o concorrente que mais preza pela participação da trilha sonora como personagem essencial para a narrativa. John Williams, autor de “A Menina que Roubava Livros”, incrivelmente indicado 49 vezes e vencedor de cinco estatuetas, não vence um Oscar desde “A Lista de Schindler”, em 1994. Outro bom concorrente é “Ela”, que traz o experiente Andy Koyama em sua primeira indicação. Correndo por fora temos Alexandre Desplat com o magnífico trabalho em “Philomena” e Thomas Newman por “Walt nos Bastidores de Mary Poppins”. Desplat recebeu seis indicações, enquanto Newman foi lembrado 12 vezes pela Academia, ambos sem vitórias. Quem ficou faltando na lista foi Hans Zimmer, pela bela composição para “12 Anos de Escravidão”.

2. Canção Original
Indicados:
Meu Malvado Favorito 2 (2013): Pharrell Williams (“Happy”)
Frozen: Uma Aventura Congelante (2013): Kristen Anderson-Lopez, Robert Lopez (“Let It Go”)
Mandela: Long Walk to Freedom (2013): Bono, Adam Clayton, The Edge, Larry Mullen Jr., Brian Burton (“Ordinary Love”)
Ela (2013): Karen O (“The Moon Song”)

Frozen

Avaliação: Foi um ano de reconhecimento para o músico Pharrell Williams, intérprete de “Happy”, mas no Oscar a concorrência deve ser mais acirrada. Aqui temos um panorama bem peculiar. Enquanto a Disney fez todo um trabalho para promover “Let It Go”, de “Frozen – Uma Aventura Congelante”, que dispara como favorito, vale lembrar que temos Bono, do U2, à frente de “Ordinary Love”, do drama “Mandela”, vencedor do Globo de Ouro na mesma categoria. Atrás está o melhor dos concorrentes, “The Moon Song”, da ficção científica romântica “Ela”. A categoria pode surpreender mais do que o esperado.

3. Edição de Som
Indicados:
Até o Fim (2013): Steve Boeddeker, Richard Hymns
Capitão Phillips (2013): Oliver Tarney
Gravidade (2013): Glenn Freemantle
O Hobbit: A Desolação de Smaug (2013): Brent Burge
O Grande Herói (2013): Wylie Stateman

Capitão Phillips

Avaliação: As categorias sonoras também sempre trazem surpresas, principalmente se os vencedores de Edição e Mixagem são diferentes. De toda forma, “Gravidade” leva vantagem pelo trabalho peculiar de captação de áudio de Glenn Freemantle (indicado em 2009 por “Quem Quer Ser um Milionário?”) para a ficção científica de Alfonso Cuarón. Um bom concorrente é “Até o Fim” que tem o experiente Richard Hymms em sua décima indicação, vencedor por “Indiana Jones e a Última Cruzada”, “Jurassic Park” e “O Resgate do Soldado Ryan”. “Capitão Phillips” sofre com o esquecimento após meses de estreia, mas pode surpreender na categoria. A presença de Wylie Stateman também não pode ser ignorada. Indicado sete vezes por filmes como “Memórias de uma Gueixa”, “Bastardos Inglórios” e “Django Livre”, o editor pode vencer seu primeiro troféu por “O Grande Herói”. Por fora, “O Hobbit: A Desolação de Smaug” não deve chamar atenção.

4. Mixagem de Som
Indicados:
Gravidade (2013): Skip Lievsay, Niv Adiri, Christopher Benstead, Chris Munro
O Hobbit: A Desolação de Smaug (2013): Christopher Boyes, Michael Hedges, Michael Semanick, Tony Johnson
Capitão Phillips (2013): Chris Burdon, Mark Taylor, Mike Prestwood Smith, Chris Munro
Inside Llewyn Davis – Balada de Um Homem Comum (2013): Skip Lievsay, Greg Orloff, Peter F. Kurland
O Grande Herói (2013): Andy Koyama, Beau Borders, David Brownlow

Inside Llewyn Davis

Avaliação: Aqui, a mixagem contempla o trabalho feito durante a pós-produção do filme para dar andamento à narrativa. Geralmente, há repetição entre os vencedores de Edição e Mixagem, mas não é regra. Ainda assim, “Gravidade” dispara mais uma vez como favorito. O longa terá vantagem, esse ano, em todos os quesitos técnicos que foi indicado e aqui não deve ser diferente. A concorrência fica com “Capitão Phillips” e “O Grande Herói”. A indicação de “Inside Llweyn Davis” é favorecida por ser um drama musical, mas o longa dos irmãos Coen parece não ter agradado tanto assim a Academia. “O Hobbit”, mais uma vez, deve passar despercebido.

5. Figurino
Indicados:
Trapaça (2013): Michael Wilkinson
O Grande Gatsby (2013): Catherine Martin
12 Anos de Escravidão (2013): Patricia Norris
O Grande Mestre (2013): William Chang
The Invisible Woman (2013): Michael O’Connor

12 Anos de Escravidão

Avaliação: Na premiação do Sindicato dos Figurinistas, o trabalho detalhista de “12 Anos de Escravidão” derrotou o exagerado “Trapaça”. Pode ser a primeira chance, após seis indicações, de Patricia Norris receber o reconhecimento. A presença de Catherine Martin, por “O Grande Gatsby”, nunca pode ser ignorada. A colaboradora de Baz Luhrmann venceu em 2002 tanto pelo figurino quanto pela direção de arte de “Moulin Rouge – Amor em Vermelho”. Atrás temos a primeira indicação de Michael Wilkinson, por “Trapaça”, e a primeira de William Chang, por “O Grande Mestre”. A soberba de Chang pode derrubar o favoritismo de “12 Anos de Escravidão”. Por fim, Michael O’Connor venceu em 2009 por “A Duquesa”, e completa a lista com o figurino de época (a Academia adora!) de “The Invisible Woman”.

6. Maquiagem/Penteado
Indicados:
Clube de Compras Dallas (2013): Adruitha Lee, Robin Mathews
Jackass Apresenta: Vovô Sem Vergonha (2013): Steve Prouty
O Cavaleiro Solitário (2013): Joel Harlow, Gloria Pasqua Casny

AMF_7277 (341 of 376).NEF

Avaliação: A poderosa parceria de Adruitha Lee e Robin Mathews rendeu a primeira indicação de ambas pela Academia, que deve se converter em prêmio. Não tem muita concorrência aqui. “O Cavaleiro Solitário” fez feio no circuito e, por mais que Joel Harlow faça um trabalho correto (ele foi premiado em 2010 pela maquiagem de “Star Trek”), não conseguirá derrubar “Clube de Compras Dallas”. Vale ressaltar que um personagem não se transforma apenas pela entrega física, como no caso de Matthew McConaughey e Jared Leto, mas também pelo que o trabalho de maquiagem e penteado pode ajudar nessa transfiguração. A indicação de “Jackass” foi nesse sentido, pelo bom desempenho de envelhecimento do personagem, mas certamente não deve ter vez aqui.

(Visited 16 times, 1 visits today)