Carte Blanche | Brasil em Locarno

que horas 3_0

A seção Carte Blanche do Festival Internacional de Cinema de Locarno deste ano irá apresentar um panorama exclusivo com produções brasileiras em pós-produção. Em parceria com o Programa Cinema do Brasil, sete longas foram selecionados com o objetivo de promover a divulgação e circulação da cinematografia brasileira no exterior.

Integram a mostra, que acontece de 09 a 11 de agosto, na Suíça,  os longas “Aspirantes”, de Ives Rosenfeld (RJ); “Beco”, de Camilo Cavalcanti (PE); “Nise da Silveira”, de Roberto Berliner (RJ); “O Touro”, de Larissa Figueiredo (PR); “Oração do Amor Selvagem”, de Chico Faganello (SC); “Ponto Zero”, de José Pedro Goulart (RS), e “Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert (SP – foto).

As produções serão exibidas para renomados profissionais da indústria cinematográfica, especialmente agentes de venda e programadores de festivais internacionais. Um júri formado por Vincenzo Bugno, do Word Cinema Fund da Berlinale, a programadora Eva Morsch Kihn (Cinelatino, Cine en construcción Toulouse/San Sebastián) e o diretor de programação do Festival de Cannes, Christian Jeune, escolherá o melhor projeto, que receberá um prêmio de 10’000 CHF (cerca de US$ 11 mil) para auxílio nos estágios finais da produção.

O filme “Ventos de Agosto”, de Gabriel Mascaro,  participa da seção Concorso Interzazionale concorrendo ao Leopardo de Ouro e também tem apoio do Programa junto aos agentes internacionais. Outros quatro títulos representam o cinema brasileiro no Festival de Locarno: o curta “O Bom Comportamento”, de Eva Randolph; o média “Poder dos Afetos”, de Helena Ignez; “Com os Punhos Cerrados”, de Pedro Diogenes, Ricardo Pretti e Luiz Pretti; e a coprodução com o Uruguai “Los Enemigos del Dolor”, de Arauco Hernández.

O 67º Festival Internacional de Cinema de Locarno acontece de 06 a 16 de agosto. A atriz Alice Braga foi confirmada no júri da competição, presidido pelo diretor italiano Gianfranco Rosi.

(Visited 21 times, 1 visits today)