Drama cearense Estranho Caminho é escolhido para representar o Brasil em premiação espanhola

Drama fantástico venceu os prêmios de Melhor Filme, Melhor Roteiro (Guto Parente), Melhor Fotografia (Linga Acácio) e Melhor Performance (Carlos Francisco) na Competição Internacional

Após vencer o Festival de Tribeca, o longa-metragem cearense Estranho Caminho, dirigido por Guto Parente e produzido pela Tardo Filmes, foi escolhido pela Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais e pelo Sindicato Interestadual da Indústria Audiovisual (SICAV) para representar o Brasil na disputa por uma vaga na categoria Mejor Película Latinoamericana Del Año, no tradicional 29º Prêmio Cinematográfico José María Forqué, da Espanha.

A trama acompanha David, um cineasta experimental que retorna ao Brasil pela primeira vez em dez anos, quando seu longa-metragem está marcado para estrear em um festival local. Embora tenha retornado para apresentar seu filme, seus pensamentos se voltam cada vez mais para o pai, que ele não vê ou tem notícias desde que partiu.

À medida que a pandemia de Covid-19 se espalha e um lockdown é decretado, David acaba na porta de seu pai. Eles começam uma coexistência desconfortável, enquanto David simultaneamente tenta conhecer seu pai e conquistar seu interesse. O velho, porém, mostra-se inescrutável e caprichoso à medida que coisas cada vez mais estranhas começam a acontecer ao seu redor.

Assista ao teaser de Estranho Caminho:

A comissão de seleção, que até o ano passado era indicada exclusivamente por membros do SICAV, passou a ser constituída por integrantes das duas instituições: Allan Deberton, Ariadne Mazetti, Bárbara Paz, Jeferson De, Paulo Mendonça e Renata Almeida Magalhães representando a Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais; e Jorge Peregrino e Maria Carlota Bruno representando o SICAV.

Na categoria de Mejor Película Latinoamericana Del Año do Prêmio Cinematográfico José María Forqué concorrem títulos da Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. O vencedor é premiado com seis mil euros em espécie, além do troféu José Maria Forqué. A cerimônia está marcada para 16 de dezembro, em Madri.

(Visited 17 times, 1 visits today)