Documentário musical Yorimatã vence o In-Edit Brasil 2015

Yorimata_still_03_foto Luiz Fernando Borges da Fonseca

“Yorimatã” foi eleito o melhor documentário  pelo Júri Popular e pelo Júri Oficial do In-Edit Brasil – 7º Festival Internacional do Documentário Musical, que aconteceu de 1º a 12 de julho em São Paulo. Dirigido por Rafael Saar,  o filme que mostra uma das duplas mais criativas e talentosas da música popular no Brasil formada por Luli e Lucina, vai representar o país na edição do In-Edit Barcelona em outubro deste ano.

Autoras de centenas de canções, gravadas por Ney Matogrosso, Gilberto Gil, Tetê Espíndola, Nana Caymmi entre muitos outros, as duas viveram juntas muitos anos e compartilharam tudo. Inclusive o marido, o fotógrafo Luis Fernando Fonseca. Com ele, elas formaram uma família e passaram a compor num sítio longe da cidade. Fazendo raras apresentações, as duas criavam e pesquisavam a música brasileira em diversas vertentes.

A menção honrosa do júri, que foi composto pelo músico Paulo Miklos, o cineasta Cristiano Burlan, a produtora Paula Cosenza e o jornalista e produtor musical Marcus Preto, foi para “Eu Sou Carlos Imperial”, de Ricardo Calil e Renato Terra.

Salvador (BA) receberá o festival de 14 a 19 de julho. Mais informações no site oficial.